Columbia Star (Estrela da Colômbia) variedade de amora-preta

Classificação [ 4.1 ]

Variedade de alta qualidade, de alto rendimento, colheitável mecanicamente, sem espinhos, com fruta doce firme

Designação botânica

Rubus subgenus Rubus Watson 'Columbia Star'

Originado de uma cruz de

Originado de uma cruz de NZ 9629-1 x ORUS 1350-2

Denominação da variedade

Denominação da variedade - 'Columbia Star', testado como ORUS 3447-1

As plantas são

As plantas são sem espinhas

Os arbustos têm

Os arbustos têm rastejando bengalas

O peso da fruta é

O peso da fruta é 7 g

Forma

As bagas têm um cônico forma

O hábito de frutificar

O hábito de frutificar - frutas floricaneiras (de verão)

A floração em floricanes começa no

A floração em floricanes começa no segunda semana de maio

Data de maturação (normal) -

Data de maturação (normal) - quarta semana de junho

A produtividade é

A produtividade é 7 kg por planta

Sólidos solúveis

Sólidos solúveis - 12.8%

Acidez

Acidez - 1.6%

A resistência ao frio é

A resistência ao frio é bom

A tolerância ao calor é

A tolerância ao calor é alto

É originário de

É originário de - Estados Unidos

Patente

Patente US PP 25,532 P2 datação Maio 11, 2015

Situação atual

Situação atual - cultivado (real)


Columbia Star é uma cultivar de amora sem espinhos, do Departamento de Agricultura dos EUA - Serviço de Pesquisa Agrícola (USDA-ARS) em Corvallis.
Columbia Star é a primeira amora sem espinho a ser lançada com o Lincoln Logan fonte de sem espinho diferente do Lincoln Logan e Waimate original que tem fruta do tipo Logan e Marahau que tem fruta do tipo Boysen. Um objetivo principal do programa de criação foi desenvolver uma amora sem espinho com alto rendimento e com qualidade de fruta semelhante à amora Marion. As frutas frescas da Columbia Star são classificadas como tendo melhor firmeza do que qualquer um dos padrões atuais da indústria. Embora ainda não avaliada no comércio, a fruta Columbia Star tem firmeza suficiente para as vendas no mercado local de frutas frescas, mas não é certo se a firmeza seria suficiente para o envio por atacado de frutas frescas.
A cor da fruta foi avaliada de forma semelhante à fruta Black Diamond e mais preta do que as da Marion. A Columbia Star e a Marion são classificadas de forma semelhante para textura e sabor de fruta como fruta fresca e ambas são consideradas melhores do que a Black Diamond. Para o sabor, a Columbia Star tem a mais alta classificação, comparável à Marion e melhor do que a Black Diamond. A Black Diamond se tornou a favorita da indústria por seu rendimento, colheita em máquinas e geralmente boa qualidade de frutas, mas muitos são da opinião de que seu sabor poderia ser melhor.
O peso médio das frutas é de cerca de 7 g. O rendimento médio é de cerca de 7 kg por planta. A Columbia Star amadurece no início da metade da estação (no início de julho) para a amora preta e mais de 1 mês antes do Chester Thornless, amora semi-ereca. Dentro das cultivares de arrasto, a colheita da Columbia Star começou tão cedo quanto a Black Diamond, alguns dias antes da Marion, mas atingiu o ponto médio da colheita 5 dias antes da Black Diamond e 3 dias antes da Marion (do início de julho até o final de julho). A cultivar Columbia Star é vigorosa, comparável à Marion, e os floricanes e primocanes são mais vigorosos que o Diamante Negro.
O estoque nuclear Columbia Star deu negativo para o vírus da mancha anelar do tomate, o vírus da mancha anelar do tabaco, o vírus do mosaico da maçã, o vírus da mancha anelar necrótica do Prunus, o vírus do rolo de folhas de cerejeira, o vírus da mancha anelar do framboesa, o vírus do mosaico do Arabis, o vírus do anel negro do tomate, o vírus do choque necrótico do morango, o vírus do anão arbusto da framboesa, e Tobacco Streak virus pelo ensaio de imunoabsorção enzimelinked e testou negativo para o Raspberry leaf mottle virus, Raspberry latent virus, Rubus yellow net virus, Blackberry yellow vein associated virus, Blackberry virus Y, e Blackberry chlorotic ringspot virus em ensaios de transcrição reversa-polimerase em cadeia de reação.
A resistência ao inverno é de cerca de 17 C negativos.

Como cultivar o

Como cultivar o Columbia Star (Estrela da Colômbia)?

1. Include annual preemergence and postemergence herbicide applications;
2. Include annual spring nitrogen (N) fertilization (about 78 kg/ha) using ammonium nitrate (NH4NO3);
3. Postharvest removal of floricanes;
4. Sprinkler irrigation apply weekly during the growing season;
5. Training of primocanes to a two-wire-trellis;
6. A single application of liquid lime sulfur (94 L/ha) each spring at budbreak for control of anthracnose;
7. Use sun shelters.
Resistência às doenças

A que doenças o amora-preta Columbia Star (Estrela da Colômbia) é resistente?

Columbia Star (Estrela da Colômbia) tem muito boa resistência a doenças tais como Roseta ou floração dupla
Suscetibilidade a doenças

A que doenças o amora-preta variedade de amora-preta Columbia Star (Estrela da Colômbia) é vulnerável?

Columbia Star (Estrela da Colômbia) é bastante propenso a doenças tais como Septoria (manchas brancas)Ferrugem alaranjadaMancha roxa (didymella)
Guias de Cultivo Úteis

Guias de Cultivo Úteis:

Columbia Sunrise
Próxima variedade

Reviews of the variety Columbia Star (Estrela da Colômbia)

Review from [DREW51]

Last year a few of us went in on an order. As time went on some reported good growth, but mine were just kind of sitting there. But by the end of the year mine took off and I didn’t even notice. Yesterday I was tying the canes up from being covered in leaves. Well the plant had 9 canes! Holy Moly! Three rooted themselves! I kept one and destroyed the other two. Technically I’m probably required to destroy all but a good case of mother nature can be argued here. I didn’t intend to root any (the plant is patented).
Trying to put my wyeberry, boysenberry and tayberry canes on the trellis was futile as I kept braking huge pieces of cane off trying to move them. I’m going to have to leave them on the ground. I gave up! Plus the things are so thorny! Yikes! The thorns catching on everything too.
Whereas Columbia Star remained very flexible and was easy peasy to put on the trellis! Removing the leaves was a problem, but just pulling Columbia Star out of them was easy, not so with the others. I probably lost 50 berries yesterday trying to move the others.
I hope it tastes as good as they say, as this thornless flexible bramble is super easy to work with. I may scrape the other trailing types and just keep this one, Black diamond is similar, but the canes looked more damaged, and were not as flexible, although also thornless. Not as productive either with only 4 canes. Like Columbia Star it is a new plant and this is the first winter.
I will keep them all and experiment and see if I can find ways to work with the others. Overall though Columbia Star is a star I’m really happy to have this one!
I need a blackberry that has the complex raspberry-blackberry hybrid taste. Can take -19F temps and still be productive. Or can easily be protected. And is easy to work with. So far only Columbia Star meets my needs. The uprights are hard to protect, the other trailing are not flexible enough, and are turning out to be hard to work with. Any suggestions here welcome! Nothing is meeting my needs except Columbia Star.
One good observation was that burying the trailing types in leaves did protect them. Canes are green, some even have whole leaves.
On the uprights spraying them with wilt-stop, putting burlap around them (The burlap was not on them that well) also seemed to have protected them. All canes exposed look dead, but where I wrapped them with burlap look green and alive. Even though it was a very poor job of wrapping. A definite difference in color where wrapped.

Review from [GLOBAL PLANT GENETICS]

Columbia Star is an exciting, early season blackberry that delivers an excellent combination of superlative flavour with very high yields.

Review from [MosBerry]

This cultivar grew in a pot. Very weak plant. Constant chlorosis, even with regular fertilizing. Extremely poorly tolerate to waterlogging. Canes are not thick, leaves are soft and easily affected by diseases and a lot of pests. Leafroller and spider mite very like this soft leaves.

Por favor, faça o login ou registre-se para escrever críticas!

Discussões sobre a variedade Columbia Star (Estrela da Colômbia)

Sem comentários ainda

Você deve estar logado antes de poder postar um comentário. Por favor, cadastre-se ou autorize!